23 de abr de 2009

Lua, minha paixão.




A lua, a brisa fresca, os pontos cintilantes brancos no teto...a noite é minha maldição.
Meus melhores e piores momentos foram acompanhados pela dama negra que tudo oculta.
São tantos os sentimentos que a noite pode gerar em você. Temo descrevê-los aqui e acabar num "loop".

Nasci pra admirar a lua, minha grande, redonda e platônica paixão.

Certo dia, voltei dirigindo na estrada pacata do interior de MG de madrugada. Só eu e o luar, apaguei os faróis e fui guiado pela luz da minha amada...

Ah...Uma noite memorável, como muitas outras já foram à sua compania.

Dica: Celebre os pequenos momentos da vida, eles valem MUITO a pena a serem lembrados.


Talvez eu seja um lobo...

2 de abr de 2009

I still in my couch

Pra quem sabe, eu viajei para os EUA em dezembro onde fiquei 3 meses trabalhando na Carolina do Sul num daqueles intercâmbios tipo WORK and TRAVEL. Felizmente gastei minha saúde em troca de uns bons dólares e muitas compras num país mto legal(mas que eu não pretendo voltar tão cedo),que está em crise(sim, a tal dos jornais).
Segundo os próprios americanos, ele sentem a crise real, dizem que não era como antigamente onde podia-se comprar de tudo que ainda tinham dinheiro reserva. Eu os invejos, é difícil ver cena aqui no Brasil desse tipo. Eles adoram um carrinho de compras e levar tudo que vêem pela frente para casa. Acho que é por isso que adoram carros grandes( e como são grandes), para carregar todas as bugigangas de boa qualidade que compram.
Outro ponto é a comida, eles adoram comer. E comer bem. O mito dos fast-foods só acontece com gente que não tem SACO ou tempo(time is money babe, perder tempo comendo pra q?).
Em geral, nós, sejam latinos, europeus, orientais, americanos... somos fruta do mesmo saco. Adoramos ser famosos, ricos, inteligentes e sempre querendo estar na frente dos outros, não importa o que surgir. Sinto que estou mal, falando mal da minha própria raça. Mas humanos são humanos, tá no nosso sangue ser imperfeito e aprender devagar com os erros cotidianos.
Mais um ponto é que eu ainda posso falar que estou no meu sofá, agora ouvindo músicas diferentes, somente internacionais(não to metidao nao cara, é que enjoei de bláblá em pt) do tipo acústico e cantados por outros cantores. Tipo do Queen-I was born to love you, cantado por Danni Carlos( a voz da muié mexe com vc).
Acabei de espirrar, isso que dá ficar andando descalço em casa, eu sei mãe, não é bom, mas idaí? Cansei do tênis, da meia e o chinelo me dá nos nervos. Nada melhor que deixar o pé respirar (sim, pés respiram cara!) e depois tomar um remedinho.
Não sei quase nada de esporte nenhum, pq nunca me apeteceu a coisa. Só sei que, americanos AMAM competições e viram monstros pra mostrar que são melhor, seja o aspecto que for, esporte, quem cozinhar mais rápido, quem trabalha menos e ganha mais dinheiro, quem descobre formas de economizar dinheiro(me ensina essa Nathan!).
Agora basta, a noite me chama e ela está fresca, uma coberta basta. T+